quinta-feira, 17 de março de 2011

CONHEÇA A Juventude Espiritana Missionária


Resumindo
A idéia é aproveitar este ano jubilar (2010) do nosso primeiro fundador Cláudio F. Poullart Des Places para reacender a chama da juventude espiritana do Primeiro Congresso Internacional de Jovens da Família Espiritana – Brasil- Paraguai que aconteceu nos dias 15 a 19 de Julho de 2002 em São Paulo, Brasil. Naquele momento a Congregação preparava o seu jubileu de 300 anos de missão. Foi um grande acontecimento festivo e de oração que não pode ser esquecido. Só que desta vez queremos iniciar uma caminhada em vez de pensar exclusivamente num evento pontual. O que queremos é uma proposta duradoura que possa ajudar os jovens a conhecer melhor os espiritanos a fim de serem parceiros na missão e no seguimento de Jesus.

O que é a “JEM”?
A “JEM” não é um novo grupo de jovens, nem (e nunca pode ser) uma substituição da Pastoral da Juventude (PJ) local. É importante, desde o inicio, precisar que a “JEM” é um desejo literalmente de acordo com as orientações da Pastoral da Juventude da Igreja do Brasil (PJB) e tem como base a participação ativa do jovem na Igreja-Comunidade- Local.

A pretensão da “JEM” é simples: propor aos jovens e aos grupos de jovens existentes um jeito missionário participativo de expressão da sua fé segundo o carisma da Congregação do Espírito Santo. Na verdade a “JEM” quer ser uma rede de articulação solidária entre grupos de jovens que querem conhecer melhor e se identificar com a espiritualidade missionária da família espiritana.

Como que é?
A “JEM” precisa do jovem ativamente inserido na sua comunidade local para existir. Por isso, a nossa proposta é simplesmente um convite para os jovens viverem missionariamente, segundo o carisma espiritana, a sua caminhada paroquial.

Ao mesmo tempo, o jovem precisa ter consciência da particularidade e da originalide que a sua pertença na família da “JEM” lhe proporcione. É preciso ter clareza que ser da “JEM” é como uma viagem em que a disposição, a disponibilidade, uma boa orientação,o comprometimento e a vontade real de caminhar com outros são os principais elementos para chegar ao porto seguro.


Quem pode ser da “JEM”?
Para um jovem ou grupo ser da “JEM” é necessário identificar-se com a espiritualidade espiritana, enquanto sendo um membro ativo da comunidade paroquial local. Isso quer dizer que o jovem ou o grupo não precisa sair do seu ambiente, mas se compromete a ser uma presença missionária espiritana na sua própria comunidade ou paróquia. Para ser da “JEM”, o jovem ou o grupo de jovem tem que se comprometer a estar sempre “perto de quem precisa”. A passagem do Bom Samaritano é um bom exemplo.


Alguns Objetivos da “JEM”
- Fazer conhecer, no meio da juventude, o carisma missionário espiritano baseado nos três pilares da disponibilidade, do serviço aopróximo e da inculturação.

- Fazer que os jovens das áreas de missão espiritana se identificam com o jeito missionário espiritano de servir na Igreja e na sociedade.

- Criar novos laços (uma rede de partilha) entre os grupos de jovens dos lugares de missão onde atuam os missionários espiritanos.

- Fazer com que os jovens das áreas de missão dos espiritanos possam apostar as suas vidas nos valores evangélicos do amor a Deus e ao próximo.

PLANO ESTRATEGICO:
JUVENTUDE ESPIRITANA MISSIONARIA (JEM)



Respondendo ao chamado do 11º  Encontrão da Família Espiritana   em janeiro de 2010, onde sentimos um enfoque maior na necessidade de investir na formação dos jovens, foi decididofundar um movimento (de animação) da juventude Espiritana”  em nível da UCAL (União das Circunscrições da América Latina).

Queremos compartilhar com os jovens nosso carisma e integra-los dentro de nossa familia espiritana. Lembramos que “ a reflexão sobre o nosso carisma não consiste num exercício ilusório e formal acerca do passado como tal. Trata-se, sim, de perceber e captar o carisma e as intuições dos nossos Fundadores dentro do contexto do mundo contemporâneo¹. A nossa identidade enraíza-se na nossa tradição. Ela é uma espécie de “espelho lateral” a refletir o passado, que nos ajudará a avançar com mais clareza e segurança. Na verdade, somos chamados a manter-nos fiéis à nossa vocação de uma maneira que seja ao mesmo tempo viva e criativa. Continuamos a “fazer-nos ao largo”, discernindo os impulsos suaves do Espírito Santo, mediante os sinais dos tempos que se manifestam à nossa volta” (Capítulo Geral Torre d'Aguilha).

Este trabalho também tem como objetivo ajudar  os jovens a definir seu projeto de vida. Os jovens se encontram na fase da vida em que se tomam as grandes decisões que, posteriormente, vão nortear sua vida futura. São decisões sobre estudo, trabalho, carreira, sistema de valores, opção pastoral e opções de fé, sair de casa, casar ou não, constituir uma família ou não, fazer opção de especial consagração como religioso (a). As opções tomadas nesta fase podem determinar a qualidade de vida posterior e os compromissos que vão assumir no futuro. A pessoa que não desenvolve um projeto de vida não tem identidade, não tem rumo na vida, é imatura e se estaciona na fase de adolescência.

A dimensão missionária é também outro aspecto importante deste trabalho. O Conselho da UCAL surgeriu que a dimensão missionária seja incluída no nome. Estamos avaliando a sugestão de chamar o projeto de  “Juventude Espiritana Missionária (JEM)”.

Para levar adiante este trabalho foi formada uma comissão composta dos seguintes membros: Pe. Andre (coordenador), Pe. Mauricio,  Pe. Ordean, Pe. Jorge Boran, Ir. Francisca e o casal Gilberto e Darlene (leigos espiritanos).

A seguinte proposta apresentada ao Conselho da UCAL foi aprovada:
  1. Iniciar um projeto “Juventude Espiritana” com metas a curto, médio e longo prazo dentro de um plano de três anos (2010 até 2012). O ponto de chegada deste processo é a realização do II Congresso Internacional da Juventude Espiritana em nível da UCAL em 2012. Neste congresso, queremos envolver de modo especial jovens do Brasil, Paraguai e Bolívia. O congresso estará também aberto para a participação de jovens de outros países da América Latina onde há uma presença espiritana. A organização da Juventude Espiritana não é uma substituição da Pastoral da Juventude local, mas deve ser integrada na pastoral orgânica.
  2. O primeiro passo deste processo, em 2010, será a organização de encontros da Juventude Espiritana usando a metodologia do CDL adaptado nas regiões de São Paulo, do Rio e de Governador Valadares/BH. Estes encontros podem ser organizados em outras partes do Brasil, do Paraguai e da Bolívia. Nestes encontros aconselhamos que sejam convidados também os possíveis assessores adultos espiritanos dos grupos.
Os encontros usarão a metodologia do CDL pelos seguintes motivos:

a)  A metodologia do CDL é uma ferramenta pedagógica para, num primeiro momento, chamar e envolver os jovens neste processo todo.

b)  É uma metodologia que promove o jovem como protagonista na elaboração e definição do próprio projeto de vida.

c) A metodologia do CDL vai será adaptada para incluir o enfoque da do carisma espiritano.

d)  Estes jovens serão a base e animadores para chamar e envolver outros jovens em preparação para o II Congresso em 2012.

e)   Temos espiritanos (religiosos e leigos) que dominam esta metodologia.
  1. Sugerimos que os três encontros sejam realizados paralelamente na mesma data, nos dias 13, 14 e 15 de novembro de 2010, aproveitando do feriado nacional. Depois teríamos experiência para multiplicar o encontro em outros lugares.
  2. Para o primeiro semestre do ano de 2011 será a organização de núcleos locais de jovens espiritanos, acompanhados por assessores espiritanos (religiosos, leigos) que se reúnem periodicamente. Possíveis atividades são: Celebrações festivas da Congregação, tardes de formação etc.
  3. No segundo semestre de 2011 se propõe organização de encontros regionais para aprofundar o carisma espiritano, também a preparação de subsídios para as reuniões de grupos.
  4. No primeiro semestre de 2012 se propõe a utilização do subsídio nas reuniões dos núcleos locais.
  5. O II Congresso Internacional da Juventude Espiritana, no segundo semestre de 2012, tem como meta:  aprofundar o carisma espiritano e propor pistas de continuidade para o futuro da caminhada da Juventude Espiritana.
Durante o processo todo vamos definindo os passos concretos necessários.
1 - Cf. RVE 2.

ObS; Contato
 Pe.Aureliano Paróquia Nossa Senhora Aparecida cruzeiro do Sul. 99473977- 81182716.
Tarauacá Pe. Silvester, paróquia São José.

Esperamos por você!!!



4 comentários:

  1. Oi Inácio. Gostei da postagem sobre JEM. Eu visito regularmente o seu blog para saber das notícias da minha primeira terra de missão. Parabens pelo belo trabalho. Estamos juntos construindo uma só família "cor unum..." Abraço par todos..

    ResponderExcluir
  2. Ameii!!!estou super feliz em poder participar da JEM espero que dê tudo certo e que continuemos na caminhada com Cristo!!!A paz...

    ResponderExcluir
  3. Oi minha gente... E aí Inácio, "on dit quoi" (Quais são as novidades?)...Como vai a vida na paróquia de Aparecida? Como vai a caminhada da JEM? Estou a disposição para ajudar a compreender melhor o que é a JEM e a iniciar o processo de formação de um núcleo na região... Juntos somos mais

    ResponderExcluir